Rubberpedia - portal da indústria da borracha

Portal da Indústria da Borracha

all about rubber!

  rubberpedia
  POLÍMEROS / ELASTÓMEROS /
  BORRACHAS
    Introdução
    Borracha Natural (NR)
    Borracha de Poliisopreno (IR)
    Borracha de Butadieno Estireno (SBR)
    Borracha de Policloropreno (CR)
    Borracha de Polibutadieno (BR)
    Borracha de Isobutileno Isopreno (IIR), de Clorobutil (CIIR) e de Bromobutil (BIIR)
    Borracha de Acrilonitrilo Butadieno (NBR)
    Borracha de Etileno-Propileno-Dieno (EPDM)
    Borracha de Silicone (Q)
    Borracha de Poliuretano (AU e EU)
    Borracha Fluorada (FPM, FKM)
    Borracha de Etileno Acrilato (AEM)
    Borracha de Poliacrilato (ACM)
    Borracha de Acrilonitrilo Butadieno Hidrogenado (HNBR)
    Borracha de Epiclorohidrina (CO, ECO, ETER ou GECO)
  NEGRO DE CARBONO
  CARGAS BRANCAS
  ANTIOXIDANTES / ANTIOZONANTES
  AUXILIARES DE PROCESSAMENTO
  VULCANIZAÇÃO
    Introdução
    Vulcanização com Enxofre
    Vulcanização sem Enxofre
  NORMAS PARA BORRACHA
  UNIDADES, múltiplos, submúltiplos e Factores de Conversão
  QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE BORRACHA. ESBOÇO DE UM SISTEMA DE CONTROLO DE QUALIDADE
  COMO FORMULAR BORRACHA? ALGUMAS INDICAÇÕES SOBRE AS ETAPAS A SEGUIR
  Borrachas-termoplásticas
    O que são as Borrachas Termoplásticas?
    EPDM / PP


EPDM/PP

EPDM - PP

EPDM / PP

Manuel Morato Gomes (Rubberpedia, portal da indústra da borracha)

::: Por Manuel Morato Gomes


GENERALIDADES SOBRE O EPDM / PP

 

O EPDM/PP é um TPV, ou seja, um termoplástico vulcanizado/reticulado pertencente à família das ligas poliméricas em que a fase rígida (matriz termoplástica) é de polipropileno,PP, e a fase elástica é de borracha vulcanizada de EPDM, terpolímero composto pelos monómeros de etileno, propileno e dieno. O EPDM/PP pertence genericamente á família das borrachas termoplásticas, também conhecidas como elastómeros termoplásticos (TPE), porque se encontram situadas entre os materiais plásticos e os materiais elastoméricos, sendo quase completamente recicláveis e conseguindo, dada a sua posição no mundo dos materiais, combinar as propriedades dos elastómeros com as propriedades dos termoplásticos. Os elastómeros termoplásticos são polímeros muito utilizados na produção de diferentes artigos, uma vez que combinam a excelente deformação elástica que, em geral, os compostos de borracha vulcanizada apresentam, com as condições que os materiais termoplásticos necessitam para poderem ser transformados. Além disso, possibilitam, a obtenção de uma gama muito diversificada de cores.

Em termos simples, podemos dizer que o EPDM/PP é feito quebrando a borracha de EPDM em partículas e depois encerra-as numa matriz de polipropileno. O EPDM/PP tem a aparência, o toque e o comportamento da borracha de EPDM, mas pode ser processado em equipamentos convencionais de processamento de termoplásticos, permitindo um processo de fabricação simplificado. Outra vantagem do EPDM-PP sobre a borracha EPDM é a redução de peso, até 30%, para peças com desenho semelhante, já que normalmente a sua massa específica é menor do que 1 g/cm3.

O EPDM-PP comporta-se como borracha, como já referido, oferecendo também a possibilidade de fabricação de peças simples, complexas e flexíveis. É essencialmente um elastômero de alto desempenho que exibe as propriedades da borracha e ao mesmo tempo facilita o processamento característico dos plásticos. Para além disso, oferece boa resistência à compressão, boa resistência ao envelhecimento e boa resistência a temperaturas diversas, altas e baixas. Combinando as características da borracha vulcanizada com a facilidade de processamento dos termoplásticos, o EPDM/PP oferece a possibilidade de ser usado em diversos segmentos de mercado, tais como, o mercado automóvel, o mercado doméstico, o da construção, o da saúde e o eléctrico. Por exemplo, e para satisfazer as várias necessidades da indústria, o Santoprene EPDM/PP produzido pela ExxonMobil aparece disponível no mercado das matérias primas em vários graus, dependendo da relação EPDM/PP, relação esta que faz variar algumas das propriedades físicas tais como, a dureza, o módulo e a flexibilidade. A dureza, por exemplo, pode variar de 35 Shore A a 95 Shore A e até 50 Shore D, sendo igualmente possível adquirir graus especiais que cumpram as exigências de normas alimentares tais como a NSF 51 “Material e Componentes Plásticos usados em Equipamentos Alimentares”, e que é aplicada aos materiais e produtos utilizados no contacto com alimentos e bebidas ou a NSF 61 “Componentes do Sistema de Água Potável - Efeitos para a Saúde” e que é aplicada aos materiais e produtos que estejam em contacto com água potável. Podem também ser encontrados no mercado graus de EPDM/PP resistentes à radiação ultra-violeta e graus retardantes da chama com várias classificações de acordo com a norma UL 94 onde existem seis classificações de chama e que são: UL 94 5VA, 5VB, V-0, V-1, V-2, HB.

É Importante referir, uma vez mais, que a maioria dos materiais fabricados com EPDM/PP são quase totalmente recicláveis durante o processo de fabricação devido à sua elevada capacidade de reutilização

PROPRIEDADES DO EPDM / PP

As propriedades dos diferentes tipos de EPDM/PP, dependem de vários factores, tais como:
- as características dos diferentes componentes,
- o teor e a natureza química dos agentes de reticulação e dos coagentes,
- o teor e a natureza química dos plastificantes e
- o teor e a natureza química dos sistemas de protecção .

Os TPVs, como é o caso do EPDM/PP, apresentam propriedades superiores às apresentadas pelos TPEs, tais como menor deformação permanente, melhores propriedades mecânicas, melhor resistência à fadiga, possibilidade de poderem ser usados em temperaturas de trabalho superiores e uma melhor resistência química ao contacto com óleos. As vantagens oferecidas são,
- para além de um bom comportamento a temperaturas elevadas,
- uma boa resistência à fadiga,
- uma boa recuperação após serem submetidos à compressão e à tracção,
- uma excelente inércia química e uma boa flexibilidade, o que é importante para a produção de determinados tipos de peças.
Para além de tudo isto, mantêm, após reciclagem, as propriedades iniciais numa percentagem considerável.
Como desvantagens devemos referir o seu carácter higroscópico e a necessidade de uma secagem antes do processamento.

Além das propriedades já referidas, o EPDM/PP apresenta, igualmente, as seguintes características:
- É resistente aos detergentes usados nas máquinas de lavar e, também, a alguns produtos químicos como óleo e massa de lubrificação,
- Possui elevada memória elástica num grande intervalo de temperaturas,
- Tem excelente resistência aos raios ultra-violeta, ao ozono e ao envelhecimento por agentes atmosféricos e
- Permite uma grande flexibilidade no estudo e realização dos projectos de produção, dado que é adequado para coextrusão com outros polímeros, possibilitando a execução de projectos de sistemas com várias partes e produzir, assim, peças que possuam componentes rígidos e macios.


OPÇÕES DE PROCESSAMENTO DO EPDM / PP

O EPDM/PP pode ser processado tal como os outros TPE´s, família genérica a que pertence, usando vários métodos de manufacturação, como por exemplo:
- moldagem por extrusão,
- moldagem por injeção de um ou dois planos,
- moldagem por inserção,
- moldagem por sopro ou
- moldagem por termoformação.

APLICAÇÕES DO EPDM / PP

O EPDM/PP é usado:

- na indústria em geral, no fabrico de vedações e juntas de borracha como portas e janelas, suportes anti-vibrações, amortecedores de tambores e rodas e correias de transmissão. É usado, igualmente, no fabrico de tubos resistentes a produtos químicos, de tubos sujeitos às normas FDA para contacto com produtos alimentares, como a água potável, neste caso tubos para alta e baixa pressão, e também outros tipos de tubos para fins médicos.

- na indústria automóvel, no fabrico de vedações e juntas de borracha, proteção de amortecedores, proteções laterais e “spoilers”, componentes de para-choques, assim como na indústria de fabrico de embarcações.

Para além do já referido é também usado no isolamento e revestimento de cabos industriais de baixa tensão, no fabrico de peças para bicicletas, no fabrico de equipamentos e roupas de mergulho e ainda, no fabrico de bombas peristálticas que são usadas para o tratamento da água.





LINKS ÚTEIS

» Santoprene (EPDM/PP)
» Ultra Polymers, misturas de EPDM e PP
» Tratamento Corona em EPDM/PP
» ExxomMobile, Santoprene TPV versus EPDM


:::


» Regressar ao topo da página